EUA mantêm suspeitos de terrorismo presos no Iraque

Forças americanas no Iraque mantêm sob custódia 19 supostos membros da rede terrorista Al-Qaeda, disse L. Paul Bremer, o administrador civil nomeado pelos EUA para o país. Os suspeitos estão entre os 248 combatentes não-iraquianos detidos pelas tropas de ocupação.Bremer disse que o elo entre os suspeitos e a Al-Qaeda foi estabelecido por meio de interrogatórios e dos documentos que os homens carregavam. O administrador informou não saber de que país eles vieram. O maior número de combatentes estrangeiros - 123 do total - são sírios, segundo Bremer. A maioria desses estrangeiros que entram no Iraque para combater as forças de ocupação vêm a partir de rotas sírias, acrescentou. O governo sírio nega qualquer interferência com as atividades dos EUA no Iraque.Alguns dos terroristas, diz Bremer, são membros do Ansar al-Islam, grupo vinculado à Al-Qaeda e que teve suas bases no norte do Iraque destruídas por forças americanas e curdas no início da guerra. O Ansar se reagrupou e está retornando ao Iraque com centenas de membros, afirmou o administrador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.