EUA manterão luta contra ameaça nuclear do Irã, diz Bush

No discurso anual "O Estado da União", que está sendo proferido pelo presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, perante as duas Câmaras do Congresso americano, ele assegura que "unir o mundo" para enfrentar as ameaças do regime iraniano com sua ambição nuclear e também "com sua política de patrocínio do terrorismo"."O governo iraniano está desafiando o mundo com suas ambições nucleares e as nações do mundo não devem permitir que o regime iraniano consiga armas nucleares", disse Bush. Os EUA, acrescentou, "seguirão com o objetivo de unir a comunidade internacional para enfrentar ameaças como essas".O Irã é uma nação que, segundo Bush, na atualidade é "refém de uma pequena elite clerical que está isolando e reprimindo seu povo"."Os EUA respeitam vocês e respeitamos seu país", disse Bush dirigindo-se ao povo iraniano. "Respeitamos o direito de escolher seu próprio futuro e de ganhar sua liberdade" e os EUA desejam poder se transformar algum dia "no amigo mais próximo" de um Irã livre e democrático, ressaltou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.