EUA manterão mais de 130.000 soldados no Iraque em 2005

Os comandantes militares do Estados Unidos pretendem manter o atual nível de tropas no Iraque - cerca de 135.000 homens - até o final de 2005, informam autoridades do Departamento de Defesa. A decisão traz o reconhecimento implícito do fato de que o Iraque se mostra muito mais perigoso e instável do que esperavam os generais americanos no início do ano, quando se planejou reduzir o número de soldados a 115.000.Nesta terça-feira, o secretário de Defesa Donald H. Rumsfeld ordenou que cerca de 10.000 soldados do serviço ativo do Exército e dos Fuzileiros Navais preparem-se para ir ao Iraque nos próximos meses. Eles substituirão parte dos 20.000 militares escalados para ficar no Iraque por três meses além do período oficial de um ano. Outros 10.000 serão convocados mais tarde, disse o secretário.As forças que chegarão ao Iraque estarão mais bem armadas do que as que saem, com mais tanques, mais caminhões e jipes blindados, disse o general Norton Schwartz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.