EUA manterão mísseis na Jordânia, vizinha da Síria

O secretário de Defesa dos EUA, Chuck Hagel, aprovou a manutenção das baterias de mísseis de defesa Patriot e dos aviões de combate F-16 na Jordânia, disseram autoridades neste sábado, 15, em meio à crise na vizinha Síria.

AE, Agência Estado

15 de junho de 2013 | 18h44

"O Departamento de Defesa continua a planejar uma série de contingências, mas os EUA ainda não tomaram qualquer decisão em relação a criar uma zona de exclusão aérea na Síria ou dentro do espaço aéreo jordaniano", disse o porta-voz do Pentágono, George Little.

Little disse que Hagel aprovou um pedido do reino da Jordânia por um destacamento de F-16s e baterias de mísseis Patriot para permanecer na Jordânia, após o fim de exercícios militares no país na próxima semana. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaJordâniaEUAmísseisaviões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.