Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

EUA manterão votação separada de reforma da Saúde

Os deputados democratas dos Estados Unidos decidiram manter uma votação independente do projeto de lei de reforma do sistema de saúde do país, abandonando um plano de votar apenas a versão do projeto aprovada pelo Senado em dezembro, sem julgar diretamente a legislação. A decisão de manter duas votações separadas ocorre em meio à oposição de alguns congressistas democratas ao plano.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

20 de março de 2010 | 17h31

Vincent Morris, diretor de comunicações da presidente da Comissão de Regras da Câmara dos Representantes, Louise Slaughter, disse hoje que haverá votações separadas.

O deputado democrata Dennis Cardoza, membro do comitê, disse, em uma audiência do painel, que ele entendeu que o plano agora era o de realizar uma votação em separado. Cardoza foi um dos deputados que se opuseram à realização de uma votação única.

Os democratas planejavam utilizar um processo chamado "deeming", ou declaração, para aprovar a legislação. Neste processo, a Câmara declara aprovada a versão do Senado e não vota diretamente a legislação. Os democratas rebatem que os republicanos já usaram o processo "deeming", quando controlavam a Câmara, para assuntos controversos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUASaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.