EUA: McCain entra na disputa em busca do apoio republicano

O senador republicano John McCain se apresentará oficialmente para ser candidato do seu partido nas eleições presidenciais de 2008 nos Estados Unidos, segundo revelou ele mesmo em entrevista transmitida pela TV."Anuncio que serei candidato a presidente dos Estados Unidos", disse McCain num programa da rede CBS na noite de quarta-feira, 28. O senador também falou sobre o esperado anúncio com jornalistas horas depois de gravar a entrevista, concedida a David Letterman.Ele explicou que o anúncio oficial será feito em abril, depois de realizar uma visita ao Iraque.O senador pelo estado do Arizona, de 70 anos e veterano da Guerra do Vietnã, já competiu pela candidatura republicana presidencial em 2000. Na ocasião, perdeu a vaga para o atual presidente, George W. Bush.McCain tinha formado em novembro um comitê para estudar suas possibilidades, o primeiro passo para entrar na corrida presidencial.Na noite de quarta-feira, ele disse a Letterman: "Na última vez em que estive aqui, você me perguntou se eu retornaria a seu programa caso fosse anunciar... Bem, eu estou anunciando que sou candidato à presidência dos Estados Unidos."Prisioneiro de guerra do Vietnã, McCain disse a Letterman que, em sua opinião, apesar de o governo americano ter errado na condução do conflito no Iraque, é melhor que os soldados americanos permaneçam no país árabe ao invés de saírem precocemente."Os americanos estão muito frustrados e têm todo o direito de estar", declarou. "Nós desperdiçamos grande parte de nosso mais precioso tesouro: as vidas americanas", prosseguiu.Considerado uma celebridade política nos EUA, McCain é um dos favoritos para ser o candidato republicano nas próximas eleições. Mas terá fortes adversários, como o ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani, que lidera as pesquisas.Texto ampliado às 16h23

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.