EUA mudam chefia da CIA e do Pentágono

A Casa Branca deve anunciar hoje uma reforma em sua equipe de segurança nacional. O comandante das forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão, general David Petraeus, deve se tornar diretor da CIA, a principal agência de inteligência americana. O atual chefe do órgão, Leon Panetta, deve assumir em junho o Departamento de Defesa, no lugar de Robert Gates.

AE, Agência Estado

28 de abril de 2011 | 10h00

A escolha do presidente americano, Barack Obama, aponta para uma melhor conexão entre os militares e a CIA nas operações no Afeganistão e no Iraque e também em países nos quais a guerra contra grupos extremistas islâmicos não são oficiais, como o Paquistão. Autoridades do Pentágono e da Casa Branca confirmaram essas informações aos principais jornais americanos ontem, sob condição de anonimato.

Gates já havia anunciado sua retirada iminente do governo no ano passado. Ele foi o único secretário da administração de George W. Bush a permanecer na equipe de Obama, por causa das guerras em curso no Afeganistão e no Iraque.

No final de 2010, Obama mudou a chefia de gabinete e alguns assessores políticos e econômicos, mas não mexeu no Pentágono. À época, a secretária de Estado, Hillary Clinton, era cotada para substituir Gates, que já há algum tempo pretendia deixar o cargo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
EUACIAPentágonochefia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.