EUA não reconhecem resultado de referendo na Ucrânia

A Casa Branca se pronunciou para dizer que os Estados Unidos não reconhecem os resultados dos referendos que reivindicam a soberania das regiões de Donetsk e Luhansk em relação à Ucrânia.

AE, Agência Estado

12 Maio 2014 | 16h17

O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, disse que é "decepcionante" que a Rússia não tenha usado da influência que possui para impedir a votação. O presidente russo, Vladimir Putin, disse na semana passada que o referendo deveria ter sido adiado, mas os militantes separatistas insistiram em sua realização.

Os insurgentes informaram que os eleitores apoiaram esmagadoramente a declaração de soberania. No entanto, é quase impossível verificar a apuração dos votos, já que nenhum observador internacional estava presente nas regiões.

Carney disse também que o foco da Casa Branca agora é assegurar que as eleições presidenciais ucranianas sejam realizadas sem nenhum tipo de interferência. O pleito está marcado para o dia 25 de maio. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUA Ucrânia referendo Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.