EUA não veem abusos em política de Bogotá

O Departamento de Estado garantiu ontem que o governo e as Forças Armadas da Colômbia respeitam os direitos humanos, requisito necessário para que o Congresso libere a verba de ajuda militar a Bogotá. Mas ressaltou que precisam melhorar "em certas áreas". Os EUA gastaram US$ 6 bilhões com o Plano Colômbia desde 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.