EUA negam morte de cinco policiais afegãos

As forças dos Estados Unidos no Afeganistão negaram neste sábado, dia 17, estar por trás do tiroteio de sexta-feira que causou a morte de cinco policiais na província de Helmand, pelo qual o Governo afegão responsabilizou as forças da coalizão."Após analisar todos os relatórios das forças dos EUA, não há nenhuma indicação de seu envolvimento no evento trágico", diz em comunicado o major Chris Belcher, porta-voz das tropas americanas.Nesta sexta-feira, cinco policiais afegãos foram abatidos a tiros no distrito de Spin Jomat. O chefe da Polícia de Helmand, o general Mohammad Esa Eftekhari, informou inicialmente que os atacantes eram soldados da coalizão, que confundiram os agentes com insurgentes talebans. O Ministério do Interior respaldou a versão.No entanto, horas depois surgiram informações contraditórias de diferentes representantes policiais, admitindo que os responsáveis poderiam ter sido membros do exército afegão. As tropas americanas negaram a autoria do ataque.O tiroteio aconteceu na região onde as tropas ocidentais promovem uma grande ofensiva para debilitar os insurgentes talebans e facilitar a reconstrução da área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.