EUA negam que avião tenha sido capturado pelo Irã

A Guarda Revolucionária do Irã afirmou que capturou um avião não tripulado dos Estados Unidos sobre o mar do Golfo Pérsico depois de a aeronave ter supostamente invadido o espaço aéreo iraniano. No entanto, a Marinha norte-americana negou a informação e disse que todos os equipamentos ainda se encontram sob controle de Washington.

AE, Agência Estado

04 de dezembro de 2012 | 11h41

As declarações conflituosas ainda deixam em aberto a possibilidade de que o avião reivindicado pelo Irã, um ScanEagle da Boeing, pode ter sido capturado no passado e foi revelado agora para causar mais efeito, visto o aumento das tensões em relação às missões de espionagem aérea dos EUA no Golfo Pérsico.

Outros países na região, como os Emirados Árabes Unidos, também possuem esse modelo de avião em suas frotas.

O porta-voz da Marinha dos Estados Unidos no Bahrein, comandante Jason Salata, afirmou que alguns ScanEagles da Marinha "foram perdidos no mar" ao longo dos anos, mas não há "registro de que isso tenha acontecido recentemente".

Mais cedo, a rede estatal de televisão IRIB da Síria havia indicado que um avião não tripulado dos EUA que patrulhava as águas do Golfo Pérsico havia sido capturado assim que entrou em espaço aéreo sírio.

Segundo a estatal, o equipamento realizava uma missão de reconhecimento e juntava informações. Não foram divulgados detalhes sobre como o equipamento foi "capturado". As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
IrãEUAespionagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.