EUA negam que Iraque tenha atacado navios kuwaitianos

Os Estados Unidos e o Iraque negaram nesta quarta-feira a acusação segundo a qual navios da Marinha de Bagdá teriam atacado unidades da guarda costeira do Kuwait. Ontem, o Kuwait acusou o Iraque de ser responsável por um incidente que deixou um norte-americano ferido, durante o transporte de soldados dos Estados Unidos que participavam de um exercício militar conjunto nos arredores da ilha de Warba, em águas kuwaitianas. De acordo com esta versão, tripulantes de um navio iraquiano teriam disparado contra duas embarcações da guarda costeira do Kuwait. O Iraque desmentiu o incidente. Hoje, fontes do Pentágono confirmaram em Washington a versão defendida por Bagdá. "Não temos nenhuma indicação de que os iraquianos estejam envolvidos nisto", informaram. Acredita-se que a realidade seja menos dramática - uma colisão acidental entre as duas unidades da guarda costeira do Kuwait.

Agencia Estado,

04 Dezembro 2002 | 18h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.