EUA negam visto de entrada a ministro cubano

Os Estados Unidos negaram um visto de entrada ao ministro da Saúde Pública de Cuba, José Ramón Balaguer, que participaria de uma reunião internacional em Washington, informou hoje o Granma, órgão oficial do Partido Comunista. Havana classificou a recusa americana de "uma violação do direito internacional".Balaguer viajaria aos Estados Unidos para participar da 47ª Sessão do Conselho Diretor da Organização Panamericana de Saúde (OPS), que começa hoje e se estenderá até sexta-feira. Este é o segundo ano consecutivo em que os Estados Unidos rechaçam um visto ao ministro cubano, que é alto dirigente do Partido Comunista e próximo colaborador do presidente Fidel Castro.Com a ausência de Balaguer, a ilha comunista será representada por Dagoberto Rodríguez Barrera, chefe da Seção de Interesses de Cuba em Washington.Segundo Barrera, a recusa do visto é uma "violação grosseira por parte dos Estados Unidos de suas obrigações como país sede de um organismo internacional, uma franca violação da lei e do espírito dos instrumentos que governam a OPS".Barrera acredita que os Estados Unidos, ao impedir a entrada do ministro cubano em seu território, tentam

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.