EUA oferecem US$ 10 milhões por terrorista no Iraque

Autoridades militares americanas puseram um preço de US$ 10 milhões na cabeça de um militante jordaniano suspeito de organizar ataques perpetrados por estrangeiros no Iraque, a fim de provocar uma guerra entre os grupos religiosos sunita e xiita. Os EUA divulgaram no início da semana uma carta atribuída ao militante, Abu Musab al-Zarqawi, na qual o jordaniano diz que os terroristas estão numa ?corrida contra o tempo? para impedir a retomada da soberania pelo povo iraquiano.Nesta quarta-feira, o segundo ataque suicida em dois dias deixou mais de 40 mortos. Com isso, são mais de 100 as vítimas, entre ontem e hoje. Como na terça-feira, os alvos foram iraquianos que tentavam colaborar com os planos americanos - ontem foram atingidos candidatos a um posto na nova polícia iraquiana; hoje, ao Exército.No ataque de hoje, um Oldsmobile recheado com cerca de 200 kg de explosivos estacionou junto a uma multidão que esperava a abertura do centro de recrutamento. O motorista fez a detonação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.