AFP
AFP

EUA oferecem US$ 5 milhões por paradeiro de espião

Os EUA aumentaram de US$ 1 milhão para US$ 5 milhões a recompensa por informações relacionadas ao paradeiro de Robert Levinson, ex-agente do FBI desaparecido no Irã há oito anos. Segundo alguns veículos da imprensa americana, Levinson trabalhava informalmente para a CIA, por isso há rumores de que ele tenha sido capturado pelos serviços secretos iranianos.

O Estado de S.Paulo

10 Março 2015 | 02h02

O governo de Teerã nega e diz não ter informações sobre Levinson. "Pedimos ao governo do Irã que trabalhe em cooperação conosco na investigação sobre o desaparecimento de Robert Levinson para que possamos garantir seu retorno", disse o secretário de Estado americano, John Kerry, em comunicado. Levinson desapareceu na Ilha Kish. Na época, amigos disseram que ele investigava a falsificação de cigarros, principalmente na América Latina. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
EUAIrãO Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.