EUA oferecerão recompensa por rebeldes na Colômbia

O Departamento de Estado dos EUA oferecerá uma recompensa de até US$ 5 milhões para obter informações sobre os responsáveis pelo assassinato de um piloto americano na Colômbia e pelo seqüestro de três funcionários contratados do Departamento de Defesa.Um avião Cessna que transportava vários civis americanos, participantes de uma missão antidrogas, fez uma aterrissagem de emergência em fevereiro passado. O aparelho foi cercado por membros das Farc, que mataram o piloto, Thomas Janies, e o sargento do Exército colombiano, Luis Alcides Cruz. Foram seqüestrados Keith Stansell, Thomas Howes e Marc Gonsalves.A porta-voz do Departamento de Estado, Amanda Batt, confirmou a recompensa e disse que o dinheiro será entregue a quem fornecer informações que conduzam ao processo e à condenação dos responsáveis pelos seqüestros e assassinatos. Batt disse também que o departamento está planejando "uma agressiva campanha publicitária através da Colômbia que inclua como alvos importantes dirigentes das Farc que estejam vinculados a esses crimes".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.