EUA: Ohio permitirá voto antecipado

Funcionários do governo do Estado de Ohio disseram nesta terça-feira que permitirão o voto antecipado nos três dias anteriores à eleição presidencial dos Estados unidos, em 6 de novembro, recuando no plano original após terem perdido uma batalha jurídica na Suprema Corte dos EUA. O tribunal máximo, em uma vitória para o presidente Barack Obama, não quis intervir no caso.

AE, Agência Estado

16 de outubro de 2012 | 20h41

Funcionários de Ohio tentaram implementar a medida apoiada pelos republicanos, que proibiria o voto antecipado a partir de 2 de novembro, uma sexta-feira, exceto para militares e para eleitores que estão no exterior. Os republicanos afirmaram que o intervalo entre os dias 2 e 6 daria tempo aos funcionários eleitorais para se prepararem para o sufrágio no dia 6. Já os advogados da campanha de Obama afirmaram que o limite afetaria as minorias e moradores da classe trabalhadora em Ohio, Estado considerado crucial para a vitória tanto pelos democratas quanto pelos republicanos.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.