EUA: outros países devem treinar rebeldes líbios

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, disse hoje que as forças rebeldes da Líbia necessitam bastante de treinamento. Segundo ele, porém, outros países devem fornecer essa ajuda, não os EUA.

AE, Agência Estado

31 Março 2011 | 13h23

"A verdade, em termos de fornecer treinamento, em termos de fornecer assistência a eles, francamente, há muitos países que podem fazer isso", disse Gates. "Isso não é uma capacidade única dos EUA e, até onde me concerne, algum outro (país) deve fazer isso", avaliou o secretário, falando a congressistas norte-americanos. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.