EUA: Pais de refém do EI imploram por liberdade do filho

Os pais do americano Peter Kassig, refém do grupo Estado Islâmico (EI), divulgaram vídeo em que pedem pela liberdade de seu filho.

Estadão Conteúdo

04 de outubro de 2014 | 16h26

Ed e Paula Kassig divulgaram o vídeo no sábado (04), um dia após a divulgação do vídeo do Estado Islâmico (EI), com ameaças contra o americano, de 26 anos.

Ed Kassig afirma que seu filho foi capturado no dia 1º de outubro de 2013, na Síria, onde fazia trabalho humanitário para a população vítima da guerra civil.

Kassig conta que Peter cresceu em Indianapolis, em uma família com longo histórico de trabalho humanitário. No vídeo, a mãe segura uma foto do filho e diz: "Nós imploramos para aqueles que te seguram para que mostrem clemência e usem seu poder para te deixar ir". Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUASíriaEstado Islâmico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.