EUA pedem desculpas a xiitas; soldado britânico morto em Basra

O comandao militar dos EUA divulgou um pedido de desculpas para os moradores de um bairro xiita de Bagdá nesta quinta-feira por um incidente de ontem no qual um homem morreu e outros quatro ficaram feridos depois que a turbulência provocada pela passagem de um helicóptero Black Hawk americano derrubou um estandarte islâmico. Em Basra, no sul do Iraque, um soldado britânico foi morto hoje e dois ficaram feridos quando uma bomba explodiu na passagem da ambulância em que viajavam, informou um porta-voz militar.Segundo o capitão Hisham Halawi, o veículo estava claramente marcado como uma ambulância. As vítimas eram todas médicos que se dirigiam à periferia da cidade, cujos moradores lançaram no fim de semana violentos protestos contra a falta de eletricidade e de combustível na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.