EUA pedem desculpas ao Irã por ataque com mísseis

Os EUA se viram obrigados hojea pedir desculpas, por duas vezes, pelo lançamento de pelomenos dois mísseis que caíram em território iraniano, e avisaramque será feita uma investigação para esclarecer os fatos. Um porta-voz do Departamento de Estado. Philip Reeker,informou que os EUA investigarão o ocorrido e confirmou que ogoverno enviou duas mensagens pedindo desculpas pelos danoscausados ao Irã em razão dos mísseis. Enquanto os EUA reconheciam que foram dois os mísseisque se desviaram e caíram em território iraniano, Teerãassegurava que foram três pelo menos e acusou os americanos e osbritânicos de terem violado seu espaço aéreo repetidas vezes nasúltimas horas. O primeiro pedido oficial de desculpas de Washingtonreferiu-se ao míssil que caiu na sexta-feira na refinaria deAbadan, em Shatt el Arab, perto da fronteira com o Iraque. Omíssil deixou três feridos leves e provocou pânico e confusãoentre os habitantes da região, que recordaram os piores momentosvividos pelo Irã durante a guerra com o Iraque, entre 1980 e1988. Hoje, no entanto, a situação se repeitiu: o Irãdenunciou três viiolações de seu espaço aéreo e o impacto dedois outros mísseis, de procedência desconhecida, que caíramperto de Manyuhi, na saída do canal de Shatt el Arab, no GolfoPérsico, sem provocar danos. Os mísseis caíram em uma zona do Irã vizinha ao cenáriode batalha, na península de Faw, nos arredores da cidadeiraquiana de Basra.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.