EUA pedem libertação de ex-primeira-ministra

Os EUA pediram ontem a libertação da ex-primeira-ministra ucraniana Yulia Tymoshenko. Washington uniu-se aos aliados europeus, que se mostraram alarmados com os indícios de que ela foi torturada. A secretária de Estado, Hillary Clinton, disse que fotos recentes mostram as reais "condições de seu confinamento" e pediu às autoridades que permitam o tratamento médico e o acesso do embaixador dos EUA a Yulia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.