EUA pedem para Turquia treinar soldados da oposição

Os EUA fizeram um pedido formal para a Turquia enviar uma unidade de 50 soldados das forças especiais do país para o Afeganistão com o objetivo de treinar os homens da Aliança do Norte, grupo de oposição ao Taleban, informou a rede de tevê local NTV. O primeiro-ministro da Turquia, Bulent Ecevit, discutiu o pedido com outros líderes do país durante um encontro de emergência realizado ontem no final da tarde, informou a NTV. Autoridades dos EUA e da Turquia não estavam disponíveis para confirmar a notícia. A NTV informou que uma reunião de gabinete foi marcada para o final da tarde. A Turquia, único país muçulmano membro da Otan, já havia oferecido treinamento para as forças de oposição ao Taleban no Afeganistão. O governo da Turquia condenou publicamente o Taleban após os ataques terroristas do dia 11 de setembro nos EUA. As forças especiais turcas combatem os rebeldes curdos no sudeste da Turquia há 15 anos, uma região de condições montanhosas semelhante a partes do Afeganistão. Leia o especial

Agencia Estado,

31 Outubro 2001 | 09h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.