EUA pedem para usar espaço aéreo do Paquistão

O governo dos Estados Unidos pediu ao Paquistão que dê permissão para que seus aviões utilizem o espaço aéreo paquistanês em caso de ataque ao Afeganistão. O pedido veio logo após a confirmação, pelo secretário de Estado, Colin Powell, de que o grupo terrorista liderado pelo saudita Osama Bin Laden é o principal suspeito dos atentados desta semana ao World Trade Center e ao Pentágono. Um oficial do alto escalão da Casa Branca, que não quis ser identificado, disse que os Estados Unidos também pediram que o Paquistão feche os 2.500 quilômetros de fronteira com o Afeganistão, para evitar que Bin Laden fuja do território afegão. Além disso, o Paquistão também está sendo pressionado a parar de financiar grupos terroristas. O mesmo oficial disse que o governo Bush não planeja nenhuma retaliação para as próximas semanas porque o presidente quer, primeiro, construir uma coalizão global de combate ao terrorismo. Como parte de seus contatos diplomáticos, Colin Powell teve uma conversa telefônica com o presidente paquistanês Pervez Musharraf. O porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Richard Boucher, disse que Musharraf comprometeu-se com Powell a colaborar com os Estados Unidos, mas acrescentou que a disposição paquistanesa não parece clara em relação a alguns pontos da lista de pedidos dos norte-americanos.Uma fonte da administração paquistanesa, que pediu anonimato, disse que o general Mehmood Ahmed, que representa o país nas negociações com Washington, pediu mais tempo para analisar as solicitações norte-americanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.