EUA pedem que Israel tenha "máximo cuidado" com civis

O Governo dos Estados Unidos pediu que Israel tenha "máximo cuidado" para evitar a morte de civis inocentes no Líbano, após o anúncio das autoridades israelenses da ampliação de sua ofensiva emterritório libanês. "O Governo israelense precisa ter máximo cuidado para evitar a perda de vidas inocentes", disse em entrevista coletiva o porta-voz do Departamento de Estado, Sean McCormack, ao ser perguntado peladecisão de Israel de lançar uma ofensiva em grande escala contra a milícia xiita libanesa do Hezbollah. Não é a primeira vez - disse - que a Administração americana recomenda com firmeza a Israel, "tanto em público como em particular", que exerça a máxima contenção possível no que diz respeito à população civil. A situação atual é "muito difícil", segundo o porta-voz, que acrescentou que os EUA também pedem ao Governo israelense "que faça tudo o que puder na frente humanitária". São assuntos graves que, na sua opinião, não são colocados apenas por Washington. "Sei que o povo israelense e o Governo israelenseestão preocupados com isso", disse. McCormack deixou claro que os EUA não se preocupam apenas com a população do Líbano, mas também "a difícil situação dos israelenses, no norte de Israel, que sofrem os ataques e a ameaça de violênciaque vêm do sul do Líbano e do Hezbollah".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.