EUA pedem uso de espaço aéreo à Hungria; Bulgária dá apoio

Os EUA pediram à Hungria permissão para utilizar o seu espaço aéreo, informou o ministro das Relações Exteriores do país, Janos Martonyi. A declaração foi realizada após encontro com o ministro da mesma pasta da Bulgária, Solomon Pasi. Os dois ministros reafirmaram o compromisso de seus governos em colaborar com os esforços internacionais para combater o terrorismo. "Hoje recebemos pedido dos EUA para utilizarem o espaço aéreo da Hungria", afirmou Martonyi. Segundo ele, o pedido não referia-se a uma operação específica. Ele disse que a Hungria cumprirá com todos seus compromissos como membro da Otan. A permissão terá de ser aprovada pelo Parlamento, que reúne-se na segunda-feira. O ministro búlgaro disse que nesta sexta-feira o Parlamento de seu país votou "expressão de total apoio aos EUA e aos aliados da Otan? e declarou que a Bulgária agirá como se fosse membro da aliança, com todas as obrigações implícitas, "incluindo obrigações do Artigo 5 da aliança". O artigo pede que os países-membros considerem um ataque a qualquer um dos membros da Otan como ataque a todos os membros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.