EUA planejam vacinar pessoal da saúde contra varíola

O presidente americano, George W. Bush, deve anunciar nas próximas semanas um plano para proteger 500 mil funcionários da área de saúde vacinando-os contra a varíola, informou um funcionário do governo.Segundo o plano da Casa Branca, o programa será seguido por uma segunda onda de vacinações de 7 milhões ou 10 milhões de outros funcionários da área de saúde, bombeiros, policiais e equipes de resgate.A vacina também estará disponível ao público, por meio de clínicas, mas o governo não recomenda que outras pessoas, além de funcionários da área da saúde tomem a vacina.Desde os atentados do 11 de setembro, Bush está analisando os potenciais devastadores efeitos de um ataque bioterrorista com o vírus da varíola e os efeitos às vezes letais da vacina.A varíola mata uma a cada três pessoas infectadas e a maior parte dos sobreviventes fica desfigurada. De acordo com funcionários da saúde, 1 ou 2 pessoas morrerão a cada 1 milhão vacinadas. Nesse mesmo universo, 15 pessoas apresentarão sérias complicações como febre e nódulos linfáticos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.