EUA podem aceitar cooperação militar com Irã para Iraque

O secretário de Estado norte-americano John Kerry disse que o governo de Barack Obama está disposto a conversar com o Irã a respeito da deterioração das condições de segurança no Iraque, além de não descartar uma possível cooperação militar entre Estados Unidos e Irã para conter o avanço de extremistas sunitas. Kerry disse também que ataques com aviões teleguiados norte-americanos, também conhecidos como drones, "podem ser uma boa" opção.

Agência Estado

16 de junho de 2014 | 10h17

Durante entrevista concedida nesta segunda-feira ao Yahoo! News, Kerry disse que Washington está "aberto a discussões" com Teerã se os iranianos puderem ajudar a encerrar a violência e retomar a confiança no governo iraquiano. Perguntado sobre a possibilidade de uma cooperação militar como o Irã, Kerry disse que "não descartaria nada que seja construtivo". Porém, destacou que qualquer contato com o Irã vai acontecer "passo-a-passo".

Autoridades norte-americanas haviam declarado anteriormente que havia a possibilidade de um graduado diplomata dos Estados Unidos poderia discutir a questão do Iraque com uma delegação iraniana durante as negociações nucleares em Viena. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.