EUA podem atacar leste asiático, diz jornal

Terroristas ligados à rede de Osama bin Laden, sediados nas Filipinas, Indonésia e Malásia estão dentre os prováveis alvos de futuras ações diretas ou indiretas por parte dos EUA, relatou o jornal The New York Times em sua edição de hoje, citando representantes do governo norte-americano. Esses representantes não ofereceram um cronograma, informando que a campanha contra os grupos ligados a Bin Laden e ao grupo Al-Qaeda é global, podendo durar muitos anos, relatou o diário nova-iorquino. Segundo as fontes, os grupos do leste asiático expandiram suas operações nos últimos anos, intercambiando recursos, pessoal, material e experiência com a organização de Bin Laden e de seus aliados, e representam um perigo claro e presente às instituições norte-americanas situadas no exterior, disse o New York Times. "Tem havido um esforço concentrado por parte de Bin Laden e seus aliados em expandir suas atividades no leste asiático, não apenas nas Filipinas, como também na Malásia e Indonésia", afirmou um representante do governo norte-americano ao jornal. "As Filipinas se tornaram o principal centro de operações, representando uma séria preocupação. Pessoas associadas a Bin Laden encontram-se não apenas em Manila, mas em qualquer lugar nas Filipinas". Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.