EUA podem chegar a recorde de US$ 708 bi com Defesa

O governo do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está buscando um orçamento recorde de US$ 708 bilhões para o Departamento de Defesa no ano fiscal 2011. As forças norte-americanas continuam a enfrentar os custos elevados das operações no Iraque e no Afeganistão, enquanto tentam se equipar melhor para os conflitos de menor escala.

AE, Agencia Estado

01 de fevereiro de 2010 | 19h36

O projeto de orçamento para o ano fiscal 2011 reflete a visão do secretário de Defesa, Robert Gates, de aumentar a capacidade de combate não convencional necessária nas operações. Isso significa aumentar o financiamento em programas como os veículos aéreos não tripulados, que são usados no Afeganistão e Paquistão.

Gates também está buscando reduzir ou eliminar sistemas de armas de alta tecnologia mais ambiciosos, que, na sua avaliação, estão drenando os recursos financeiros.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.