EUA podem concordar com Alca em 2005

O secretário do Comércio dosEUA, Donald Evans, disse que provavelmente levará dois anos a mais do que deseja a administração do presidente GeorgeW. Bush para implementar a proposta de um Acordo de Livre Comércio das Américas (Alca).Evans, que está em BuenosAires para encontros com autoridades de comércio regional, indicou o ano de 2005 como a data mais provável para concluir oacordo, que envolve 34 países e 783 milhões de pessoas."A principal questão é assegurar que faremos progressos e que aspessoas estão comprometidas em querer concretizar um acordo de livre comércio nas Américas", disse Evans.Aadministração Bush vem indicando que espera alcançar um acordo para a Alca em 2003, data que antecipa em dois anos oprazo inicial que estabelece 2005 como limite, conforme acertado no primeiro encontro de cúpula realizado em 1994.Diversos países latino-americanos manifestaram forte oposição a antecipar a Alca, incluindo o Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.