EUA podem processar acusados de tortura

O presidente dos EUA, Barack Obama, deixou ontem a porta aberta para que sejam processados auxiliares de seu antecessor, George W. Bush, que construíram o arcabouço jurídico usado para justificar a tortura de suspeitos de terrorismo. Segundo Obama, a questão ''será decidida pelo Departamento de Justiça".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.