AFP PHOTO / San Bernardino County Sheriff
AFP PHOTO / San Bernardino County Sheriff

EUA prendem acusado de planejar atentados

FBI afirmou que continua preocupado com pessoas que usam a internet para estimular indivíduos nos EUA a cometer atos de violência onde vivem

O Estado de S. Paulo

31 de dezembro de 2015 | 15h57

NOVA YORK - Um homem de 25 anos foi preso nesta quinta-feira, 31, na cidade de Rochester, no Estado americano de Nova York, sob a acusação de planejar um ataque a um restaurante na noite de ano-novo. O suspeito foi identificado como Emanuel Lutchman. 

A polícia afirma que Lutchman tentava “dar apoio material” ao Estado Islâmico. “O FBI impediu o plano de Emanuel Lutchman de matar civis na véspera de ano-novo”, afirmou o Departamento de Justiça de Nova York em um comunicado. 

“O FBI continua preocupado com pessoas em outros países que usam a internet para estimular indivíduos nos Estados Unidos a cometer atos de violência onde vivam.”

Segundo informações da emissora americana NBC, o suspeito de planejar o ataque em Rochester é um ex-presidiário recentemente convertido ao islamismo e com histórico de problemas mentais. 

Lutchman teria feito contatos frequentes com um recrutador extremista pela internet. Ainda segundo a NBC, várias mensagens trocadas entre o suspeito e um integrante do Estado Islâmico fazem parte da documentação da investigação que levou a sua prisão. Em uma das conversas, o recrutador teria dito “o ano-novo está chegando. Faça operações e mate alguns kuffar (infiéis)”.

O detido também teria feito pesquisas online sobre a construção de bombas com panelas de pressão – semelhantes às utilizadas pelos irmãos Tsarnaev no ataque terrorista durante a maratona de Boston, em 2013. Um outro plano envolveria, segundo a investigação, um ataque com arma branca. /REUTERS 


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.