EUA prendem mais de 300 em ofensiva contra cartel mexicano

Em dois dias, polícia apreende armas, drogas, veículos e US$ 3,4 milhões em dinheiro.

BBC Brasil, BBC

22 de outubro de 2009 | 16h15

Mais de 300 pessoas foram presas em uma série de operações contra um cartel de drogas mexicano que atua nos Estados Unidos, de acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira por autoridades americanas.

Durante dois dias de operações, a polícia americana e agentes do FBI apreenderam US$ 3,4 milhões em dinheiro, 144 armas e mais de cem veículos, além de metanfetaminas, cocaína e maconha.

"Essas são drogas que eram enviadas a nossas ruas, e armas que frequentemente eram enviadas às ruas do México", disse o secretário de Justiça americano, Eric Holder.

De acordo com as autoridades americanas, a megaoperação é parte do Projeto Coronado, uma iniciativa policial contra o narcotráfico que já resultou em quase 1,2 mil prisões nos últimos quatro anos.

La Familia

As novas operações, que envolveram milhares de policiais em 14 Estados americanos, foram a mais recente ofensiva contra o cartel conhecido como La Familia.

Segundo as investigações, o cartel La Familia tem como base o Estado de Michoacán, no oeste do México.

O grupo é acusado de realizar ataques violentos contra forças de segurança mexicanas. De acordo com as autoridades americanas, o cartel demonstrou "um nível incrível de sofisticação e crueldade".

Sofisticação

Ao anunciar as prisões, o secretário de Justica americano disse que o cartel mexicano sofreu um "golpe significativo".

De acordo com Holder, a nova ofensiva policial desestruturou as operações do cartel nos Estados Unidos.

"Essa operação foi um golpe significativo para a cadeia de suprimento de drogas, armas e dinheiro de La Familia entre o México e os Estados Unidos", disse.

O secretário americano também elogiou as autoridades mexicanas e disse que o governo do México faz um bom trabalho no combate aos cartéis de drogas.

"Eles enfrentam um problema de dimensão quase inimaginável", afirmou Holder.

O diretor do FBI, Robert Mueller, disse que La Familia se transformou nos últimos anos "de um cartel de drogas em uma sofisticada organização criminosa".BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
méxicodrogascocaínacartelfbi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.