EUA pressionam China para libertação de 8 presos

O embaixador dos Estados Unidos para a China está pressionando Pequim para que solte imediatamente os oito americanos que foram presos por participar de protestos durante os Jogos Olímpicos. Clark T. Randt Jr. afirmou que o governo chinês deveria demonstrar respeito pelos direitos humanos e pela liberdade de expressão e que as autoridades americanas estão "desapontadas que a China não tenha usado a ocasião das Olimpíadas para demonstrar maior tolerância e abertura". Randt informou que membros do consulado do país se encontraram com os americanos presos. Eles foram detidos na semana passada após realizar protestos a favor da libertação do Tibet na capital chinesa. As autoridades locais informaram que os americanos serão soltos após 10 dias de reclusão. Randt disse ainda que os presos não reclamaram de maus-tratos. As informações são da AP.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.