EUA pressionam Rússia a entregar Snowden

O presidente norte-americano, Barack Obama, afirmou nesta segunda-feira que seu governo está agindo de acordo com os canais legais para que o ex-agente terceirizado da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês) Edward Snowden seja entregue a Washington, onde é acusado de espionagem e roubo de propriedade do governo.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2013 | 16h34

Em breve entrevista coletiva concedida na Casa Branca, Obama disse que os EUA estão trabalhando em conjunto com outros países para "assegurar que o império da lei seja respeitado".

Questionado por um repórter sobre se já havia discutido a situação com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, Obama não respondeu diretamente à pergunta.

Mais cedo, o secretário de Imprensa da Casa Branca, Jay Carney, afirmou que os EUA consideram que Snowden esteja na Rússia, para onde se dirigiu depois de ter fugido de Hong Kong, mas o paradeiro do ex-agente é desconhecido.

Snowden chegou a Moscou, mas aparentemente não embarcou em um voo para Cuba, para onde pretendia viajar em seguida.

Ainda segundo Carney, o fato de Snowden ter fugido de Hong Kong depois de Washington ter apresentado pedido de extradição prejudicou as relações entre EUA e China. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.