Justin Sullivan / AFP
Justin Sullivan / AFP

EUA processam Edward Snowden por publicar biografia sem autorização

Livro conta bastidores de espionagem americana relevada em 2013

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2019 | 17h18

WASHINGTON - O governo americano processou, nesta terça-feira, 17, o ex-analista da Agência de Segurança Nacional (NSA) Edward Snowden por ter divulgado detalhes confidenciais de seu trabalho em sua biografia, intitulada Permanent Record (Memória Permanente, em tradução livre).

O processo foi protocolado pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Segundo os advogados do governo americano, Snowden violou termos de confidencialidade com a publicação do livro, que teria de ser submetido à Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) e à NSA, onde Snowden trabalhou, antes da publicação.

O governo não deixou claro se tentará censurar a biografia. Lançado nesta terça-feira, o livro dá detalhes de como o governo americano recolheu sistematicamente e-mails, telefonemas e mensagens de milhões de cidadãos em nome da segurança nacional. Snowden vazou os documentos secretos em 2013.

Hoje, o analista de sistemas vive na Rússia para evitar a prisão. / WASHINGTON POST

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.