EUA proíbem foto com véu em documento de muçulmana

Uma juíza da Flórida negou o pedido feito por uma muçulmana americana, de utilizar um véu na fotografia de sua carteira de motorista. A ação civil tinha sido apresentada por Sultana Freeman, de 35 anos, sob a alegação de que a religião a proíbe de mostrar o rosto. Na ação, a mulher argumentou que lhe foi permitido ser fotografada com um véu quando solicitou a carteira de motorista, em fevereiro de 2001.No entanto, funcionários que analisaram os arquivos depois dos ataques terroristas do 11 de setembro exigiram, em novembro, uma nova foto, desta vez sem véu. Sultana - ex-pastora evangélica convertida ao Islã - negou-se a atender o pedido e, por isso, perdeu a licença para dirigir. O promotor Jason Vail disse que se tratava de assunto de segurança pública, não religioso, já que se exige a fotografia para todas as pessoas que solicitam carteira de motorista na Flórida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.