Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

EUA: proibido acesso de civis a embarcações militares

O departamento de Defesa dos EUA anunciou ontem que vai impedir o acesso de civis aos controles de embarcações militares, aviões e veículos táticos, após o trágico choque entre o submarino nuclear americano USS Greeneville e um pesqueiro japonês Ehime Maru, na costa do Havaí, na costa do Havaí, no último dia 9. O porta voz do Pentágono, contra-almirante Craig Quigley, disse que a decisão será assinada em um ou dois dias. Ele acrescentou que a suspensão considerada pelo secretário de Defesa, Donald Rumsfeld, acabaria por envolver virtualmente toda forma de equipamento militar. A moratória estará vigente até que cada um dos serviços estabeleça a forma como conduzirão as relações públicas e tomem decisões sobre o tipo de acesso que os visitantes civis poderiam ter aos equipamentos militares, revelou o porta-voz. Na semana passada, oPentágono proibiu temporariamente a presença de civis a bordo de submarinos e navios.Um dos responsáveis pela leitura do sonar do submarino nuclear americano admitiu em depoimento à Junta Nacional de Segurança nos Transportes que foi atrapalhado pelos 16 civis a bordo. "Ele deixou de atualizar os dados do sonar", disse John Hammerschmidt, chefe da NTSB. Uma hora antes do acidente, o sonar havia detectado a presença do navio nas imediações. O acidente causou a morte de 9 pessoas. A revelação está causando revolta entre os parentes dos mortos e a opinião pública japonesa.

Agencia Estado,

23 de fevereiro de 2001 | 03h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.