EUA prometem US$ 200 milhões em ajuda a sírios

Em visita à Jordânia, o presidente dos EUA, Barack Obama, prometeu apoiar o rei Abdullah II, diante das ameaças vindas da guerra civil na vizinha Síria. Obama anunciou em Amã que solicitará ao Congresso americano um pacote de US$ 200 milhões de ajuda humanitária para os mais de 460 mil refugiados sírios na Jordânia, cifra que equivale a cerca de 10% da população jordaniana.

O Estado de S.Paulo

23 de março de 2013 | 02h08

A agenda do presidente americano no reino hachemita foi dominada pelo tema da crise síria. A Jordânia teme as consequências da crise síria, incluindo a possibilidade de ver emergir ao seu lado um poder radical sunita - o qual poderia se aliar a grupos islâmicos jordanianos que se opõem à monarquia. "O povo da Síria não quer trocar uma opressão por outra diferente", disse. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.