EUA prorrogam alerta laranja até janeiro

Acatando parecer de diversos órgãosde segurança, o governo americano decidiu prorrogar até o fim dejaneiro o alerta "laranja" contra ataques terroristas - osegundo mais alto nível de vigilância, depois do alerta"vermelho" - que entrou em vigor no fim de semana, informou hoje a rede de televisão NBC, citando fonte da Casa Branca. A decisão está relacionada em parte com novos dados colhidospelos serviços de inteligência, segundo os quais a Al-Qaeda,rede terrorista de Osama bin Laden, teria treinado pilotos dejatos comerciais com o propósito de infiltrá-los em empresasaéreas estrangeiras para cometer atentados semelhantes aos de 11de setembro de 2001. Segundo a NBC, alguns desses "pilotos suicidas" já estariamempregados. As autoridades temem também que terroristasseqüestrem aviões comerciais na América Latina ou na Europa, afim de lançá-los em alvos americanos. Num fato incomum, háunanimidade entre os serviços de inteligência americanos quantoà necessidade de adoção de medidas estritas de segurança, o quelevou o Departamento de Segurança Interna a impor e prorrogar oalerta laranja. Os níveis de alerta antiterror nos EUA são cinco: verde(ausência de perigo), azul, amarelo, laranja e vermelho. Ameaças - Os serviços de inteligência italianos interceptaramconversa telefônica entre dois somalis, que comentavampreparativos para um atentado contra o primeiro-ministro SilvioBerlusconi no Natal, em Milão. Em Ancara, as autoridades turcas lançaram um alerta sobre apossibilidade de novos atentados em Istambul no Natal,semelhantes aos cometidos em novembro e que deixaram 62 mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.