EUA querem fim de cooperação nuclear entre Rússia e Irã

O secretário de Energia dos Estados Unidos, Spencer Abraham, reiterou hoje pedido para que Moscou suspenda toda sua cooperação nuclear com o Irã, devido ao temor de que Teerã possa desenvolver armas atômicas. "A expansão da cooperação nuclear russa com o Irã continua uma questão de preocupação para nós", disse Abraham em uma entrevista coletiva, em Moscou. "Isto foi alçado para o mais alto nível, estamos no meio de discussões sensíveis sobre o assunto", afirmou. A visita do secretário de Energia à Rússia é uma extensão da cúpula dos presidentes Vladimir Putin e George W. Bush, ocorrida em Moscou em maio, que permitiu a assinatura do tratado para redução de armamentos nucleares, mas sem alcançar um acordo geral sobre a segurança estratégica depois da saída dos Estados Unidos do acordo ABM. Embora Abraham tenha insistido diretamente para que Moscou cesse sua cooperação nuclear com Teerã, a Rússia tem negado essa possibilidade e respondido que continuará cooperando, principalmente no que diz respeito à construção da central nuclear iraniana de Bushehr. A visita de Abraham a Moscou servirá também para preparar a próxima grande conferência energética bilateral, prevista para ocorrer em outubro na cidade americana de Houston.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.