EUA querem o apoio de ex-oficiais de Saddam Hussein

As inexperientes forças de segurança iraquianas receberão o reforço de antigos oficiais do Exército de Saddam Hussein, debandado após a queda do ditador, anunciou o comandante das forças americanas no Oriente Médio. O general John Abizaid disse a repórteres que muitos integrantes da polícia e da defesa civil iraquianas "não resistiram à intimidação" durante combates na semana passada. Alguns abandonaram seus postos, outros recusaram-se a lutar. Muitos uniram-se à insurgência.A pedra fundamental da estratégia militar dos EUA para sair do Iraque é o plano de Abizaid de colocar as recém-treinadas forças iraquianas no controle da segurança do país. Pelo menos 200.000 policiais, guardas fronteiriços e outras forças foram treinadas, mas a intensificação da insurgência expôs preocupantes lapsos, incluindo insubordinação, deserções e incompetência."Está claro que temos de envolver mais altos oficiais iraquianos - envolver antigos militares nas forças de segurança", disse Abizaid. "Nos próximos dias vocês verão um grande número de altos oficiais sendo apontados para posições-chave no Ministério da Defesa e no Estado Maior iraquiano e nos comandos de campo iraquianos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.