EUA querem resposta do Irã antes da cúpula do G8

O governo dos Estados Unidos quer que as autoridades iranianas respondam à oferta apresentada para que abandonem seus planos nucleares antes da cúpula do G8, prevista para meados de julho em São Petersburgo, na Rússia."Seria útil ter uma resposta antes da reunião das nações mais industrializadas do mundo", afirmou hoje em Budapeste o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, Steve Hadley.A resposta avançaria a negociação para resolver o problema iraniano. Segundo o responsável americano, não foi definido nenhum prazo limite para o regime iraniano. Em declarações à imprensa local, onde acompanha o presidente americano, George W. Bush, na sua visita oficial à Hungria, Hadley insistiu em que o Irã sabe que tem "semanas, e não meses", para se pronunciar. Ele disse também que a data de 22 de agosto, fixada pelo presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, está muito longe desse prazo.A proposta oferecida aos responsáveis iranianos é "construtiva", segundo o conselheiro da Casa Branca, que reiterou que os EUA esperam e acreditam que eles aceitarão.Se Teerã aceitar e suspender todas as atividades de enriquecimento de urânio e voltar à mesa de negociações, os EUA também tentarão encontrar uma solução definitiva em torno do programa nuclear iraniano.Caso a resposta seja negativa, Hadley ressaltou que há um "acordo com os aliados-chave para ir em frente" e enviar o caso ao Conselho de Segurança da ONU, o órgão competente para a eventual imposição de sanções políticas e econômicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.