EUA querem tirar embaixador do México na ONU

O governo dos Estados Unidos intensificou sua pressão sobre o México para que remova seu embaixador na Organização das Nações Unidas (ONU), Adolfo Aguilar Zínser, uma semana antes de o país assumir a presidência do Conselho de Segurança (CS) da entidade, comentam analistas políticos.No entanto, o chanceler mexicano Luis Ernesto Derbez garantiu que Aguilar Zínser não será removido de seu cargo porque fez um excelente trabalho e demonstrou "excepecional competência".O vice-chanceler Gerónico Gutiérrez comentou que as versões correspondem a "meras especulações" e disse que Zínser continua trabalhando ativamente em sua função na ONU.O México assumirá na próxima terça-feira a presidência rotativa do CS da ONU, onde, segundo Zínser, o país buscará "contribuir para manter a firmeza do multilateralismo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.