EUA reabrem de missões diplomáticas na Arábia Saudita

Os Estados Unidos reabrirão amanhã suastrês missões diplomáticas na Arábia Saudita, inclusive aembaixada em Riad, informou um diplomata americano nestasexta-feira. A Embaixada dos EUA em Riad e os consulados americanos em Jidáe Dhahran foram fechados no último sábado depois da emissão deum alerta contra ações extremistas horas antes de militantessuicidas atacarem um condomínio fechado de Riad que abrigavaárabes e muçulmanos. Pelo menos 17 pessoas morreram e dezenas deoutras ficaram feridas. Sob condição de anonimato, o diplomata disse à The Associated Press que as missões americanas retomarão amanhã "suas operações normais, inclusive serviços consulares ao público". "Não podemos descartar a possibilidade de que ocorram novosatentados", esclareceu. "Mas queremos reabrir nossas missõesdiplomáticas e acreditamos haver segurança suficiente parafazê-lo", prosseguiu. "Dada a incerteza da atual situação de segurança, os EstadosUnidos continuam a pedir aos cidadãos americanos que fiquematentos, sejam discretos e adotem práticas de segurançaprudentes", recomendou o diplomata ao ler uma mensagem quedeverá ser publicada amanhã na página da embaixada na internet. O diplomata pediu aos americanos na Arábia Saudita que mudemseus horários e trajetos para viagens essenciais, estacionemseus carros em locais protegidos e chequem se está tudo certoantes de entrar no veículo. De acordo com ele, "os cidadãos americanos devem evitar locaise regiões onde ocidentais costumam se reunir". Apesar da reabertura das missões, a embaixada requisitou acontinuidade de estritas medidas de segurança em torno deinteresses americanos na Arábia Saudita devido aos recentesatentados e à possibilidade de que novas ações extremistasocorram no futuro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.