EUA realizarão reunião para discutir corte de ajuda financeira ao Egito

Governo americano nega que tenha decidido cortar a ajuda e afirma que está analisando a situação

O Estado de S. Paulo,

20 de agosto de 2013 | 15h46

WASHINGTON - A Casa Branca vai realizar uma reunião de gabinete para discutir o corte de US$ 1,5 bilhão em ajuda americana ao Egito. O porta-voz do governo Josh Earnest confirmou que a reunião do Conselho Nacional de Segurança vai ocorrer ainda nesta terça-feira, 20.  

Membros do gabinete, como o secretário de Estado John Kerry, participarão do encontro.  

Informações divulgadas anteriormente sugeriam que os EUA cortaram a ajuda ao Egito, mas o governo afirma que não tomou uma decisão final desde que os militares derrubaram o presidente Mohamed Morsi, pertencente à Irmandade Muçulmana, e intensificaram a repressão aos oponentes islamitas.

"Essa revisão não foi concluída e matérias publicadas em contrário de que a assistência para o Egito foi cortada não são precisas", afirmou Earnest a jornalistas. O porta-voz também disse que a detenção do líder da Irmandade Muçulmana Mohamed Badie não está em conformidade com o padrão que os EUA esperam manter na proteção dos direitos humanos básicos./ AP e REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
EUAEgito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.