EUA recusam ajuda alimentar à Coreia do Norte

A Coreia do Norte pediu no final de dezembro que os Estados Unidos ajudassem o país com alimentos, incluindo arroz, mas Washington recusou o pedido e manteve sua oferta de assistência nutricional a crianças, uma fonte com conhecimento das relações bilaterais disse à agência Kyodo News.

AE, Agência Estado

07 de janeiro de 2012 | 14h47

O pedido foi feito em data próxima à do funeral do líder Kim Jong Il através da missão norte-coreana na Organização das Nações Unidas, disse a agência, citando a fonte.

Os EUA, no entanto, disseram que podem apenas oferecer ajuda nutricional, com biscoitos e suplementos vitamínicos, a crianças, segundo a fonte. Washington teme que alimentos enviados à Coreia do Norte, principalmente arroz, possam ser desviados para os militares.

Durante uma reunião em Pequim em 15 e 16 de dezembro, os EUA ofereceram assistência nutricional à Coreia do Norte como parte dos esforços para promover negociações que levem à redução do programa nuclear do país asiático.

Depois de estudar a proposta, Pyongyang disse a Washington através de sua missão nas Nações Unidas que gostaria de receber arroz, milho e grãos em vez de assistência nutricional.

Segundo a fonte, os EUA vêm insistindo para que a Coreia do Norte reconsidere a proposta, que Washington acredita ser apropriada em termos humanitários. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUACoreia do Nortealimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.