Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

EUA reduzirão ajuda prometida a governo palestino

Os Estados Unidos disseram que estão reduzindo substancialmente o montante que planejam dar para melhorar as forças de segurança palestinas por temor de que os recursos possam acabar nas mãos do Hamas, principal facção do novo governo palestino de união.A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, vai pedir ao Congresso dos Estados Unidos cerca de US$ 50 milhões para esse fim - US$ 36 milhões a menos da verba que originalmente seria destinada às forças leais ao presidente palestino Mahmoud Abbas, que é do Fatah.A União Européia e os Estados Unidos concordaram em não reconhecer o novo governo palestino de unidade empossado no domingo.Após conversações na segunda-feira, 19, em Washington, a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, e o representante da União Européia para Política Externa, Javier Solana, renovaram pedido para que o governo palestino reconheça o Estado de Israel e abandone a violência.Rice criticou o governo por continuar a defender o que chama de "direito de resistir à ocupação de Israel".Estados Unidos e União Européia, contudo, não fecharam completamente a porta para possíveis vínculos com a nova administração, ressaltou Beale.Ambos indicaram que vão manter contato com os palestinos que são leais ao presidente Mahmoud Abbas, do Fatah, e não pertencem ao grupo militante Hamas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.