EUA reforçam ocupação em duas cidades do Iraque

Mais de 1.500 soldados dos EUA foram deslocados para duas cidades do centro do Iraque onde predomina o sentimento antiamericano, triplicando o número de tropas na região. Dois batalhões da Terceira Divisão de Infantaria tomaram posições em torno da cidade de Falluja, 60 km a oeste de Bagdá, e outro ocupou duas pistas de aviação militares em Habaniya, 10 km a oeste de Falluja. O Partido Baath, de Saddam Husssein, ainda conta com apoio sólido nas duas cidades, onde também têm significativa influência os muçulmanos sunitas ultraconservadores. Duas importantes estradas que ligam Bagdá à Síria e à Jordânia atravessam ambas as cidades, onde cerca de 300 soldados do Terceiro Regimento de Cavalaria Blindada vinham marcando presença. Mas, depois de duas manifestações violentas e vários ataques guerrilheiros contra as forças americanas, os comandantes decidiram enviar para a região os militares mais combativos da Terceira Infantaria. A missão das forças será derrotar os partidários do Partido Baath e outras forças contrárias à ocupação americana. A segunda parte da missão será ajudar na reparação da infra-estrutura danificada. Na madrugada desta quarta-feira, mais de 1.500 soldados, 88 tanques M1A1 Abrams e 44 veículos Bradley de combate chegaram aos arredores das duas cidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.